LinkedIn vs Facebook para Marketing B2B

Artigo publicado no blog da E-Dialog.

Diariamente recebo contatos de pequenas e médias empresas que querem vender para outras empresas com ferramentas de marketing digital (ou marketing digital B2B). Uma das dúvidas mais comuns que lido é:

Devo utilizar o Facebook ou o LinkedIn?

Isso varia e depende de dois fatores: o público-alvo da ação e a verba disponível.

O público

A melhor maneira de entender se o público está no Facebook é acessar a ferramenta de anúncios emhttp://facebook.com/ads/create. Na janela de segmentação, tente colocar alguns fatores como curso de formação do público. É interessante também listar páginas e palavras que tenham relação com seu produto.

marketing-digital-b2b

Outro opção que o Facebook nos dá é segmentar para proprietários de pequenas empresas:

marketing-digital-b2b-2

No fim, procure verificar se há um número suficiente de pessoas dentro da segmentação escolhida, conforme exemplo abaixo.

marketing-digital-b2b-3

No LinkedIn, a segmentação é ainda mais específica, com foco em cargos, setores da economia e empresas. E os resultados de público aparecem na tela.

marketing-digital-b2b-linkedin

Uma vez determinado se o público-alvo está presente, é a hora de decidir….

A verba

O Facebook é uma rede mais “barata” que o LinkedIn.

Para se ter uma ideia, no LinkedIn, o custo por clique mais baixo exigido é R$ 4,00. No Facebook, conseguimos lançar campanhas com cliques abaixo de R$ 0,20, por exemplo. Custo mais baixo quase nunca significa mais resultados – entretanto, para quem não tem verba para ver 40 reais voarem em 10 cliques, recomendamos o Facebook.

Além da verba de anúncios, é fundamental combinar isso com conteúdo de qualidade, como já ressaltei neste artigo: como encarar as Mídias sociais em 2015.

Caso queira a dica de uma ferramenta para gerar relatórios de mídias sociais, recomendamos o Reportei.com